Manoela Cavalinho
(Porto Alegre, 1981)

 

 Durante o mestrado (Estudos da Subjetividade Contemporânea- PUC/SP), frequentei algumas aulas de modelo vivo na EAV- Parque Lage. Essas aulas dispararam memórias da infância, quando acompanhava a gravurista  Karin Meneghetti ao Atelier Livre de Porto Alegre.

  Desde então, entre cursos, práticas e improvisações, fui retomando o contato com as artes visuais. Inclusive, formei-me em Artes Visuais, em 2017.

  Neste período trabalhei por algum tempo como arte-educadora junto à pacientes psicóticos e bipolares e também trabalhei com produção cultural (Rádio da UFRGS), principalmente à frente de um programa de literatura (Folhetim). Hoje em dia além da minha prática em atelier estudo dança butoh.

 

Contato

Textos